Av. Cinqüentenário, 916, centro - Itabuna - Bahia
   Orçamento pelo Whatsapp (73) 99961-0512

PICOLINATO DE CROMO NA SÍNDROME METABÓLICA E DIABETES

banners_site5.jpg

•O cromo apresenta-se como um candidato para melhorar os distúrbios metabólicos envolvendo resistência à insulina e metabolismo de glicose prejudicada;
•A suplementação com cromo é uma alternativa segura em pacientes com síndrome metabólica e alteração na tolerância à glicose, reduzindo risco cardiovascular;
•O picolinato de cromo apresenta-se como com um adjuvante à terapia com medicamentos antidiabéticos, com efeito benéfico no controle glicêmico.


O diabetes mellitus tipo 2 (DM2) e pré-diabetes, incluindo síndrome metabólica, resistência à insulina euglicêmica, glicemia de jejum prejudicada, tolerância à glicose prejudicada e diabetes gestacional são considerados sérios problemas de saúde pública em países desenvolvidos. Mesmo com avanços em intervenções terapêuticas e mudanças de estilo de vida, o número de pacientes que não conseguem manter o controle glicêmico permanece elevado.


Várias estratégias nutricionais inovadoras têm sido propostas como tratamentos alternativos e seguros para reduzirem a morbidade, bem como o custo do tratamento da síndrome metabólica, sendo que uma delas é a suplementação com cromo, que contribui para a função normal da glicose e metabolismo lipídico.


A síndrome metabólica (SM) é um transtorno complexo, representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular, usualmente, relacionados à deposição central de gordura e à resistência à insulina. Consiste na presença simultânea de vários fatores de risco cardiovasculares, como a hipertensão arterial, a intolerância à glicose, a hipertrigliceridemia e baixas concentrações de colesterol-HDL.


Com o desenvolvimento da resistência à insulina, ocorre uma hiperinsulinemia e com a evolução da doença, o indivíduo passa a apresentar deficiência na secreção de insulina em função da exaustão da capacidade secretora das células β culminando na incapacidade de manutenção das concentrações glicêmicas normais, no período pós-prandial. A essa fase de intolerância à glicose segue-se a hiperglicemia de jejum e a consequente instalação do quadro clínico de diabetes mellitus.


Quase 80% dos pacientes diabéticos morrem de doenças cardiovasculares ateroscleróticas. O gerenciamento precoce, ou seja, o reconhecimento do pré-diabetes, mudanças no hábito do estilo de vida e o gerenciamento de fatores de risco é a maneira mais efetiva de prevenir DM2 e doenças ateroscleróticas associadas.


O cromo (Cr) é considerado um mineral importante, envolvido em reações bioquímicas nas vias metabólicas humanas. Além disso, foi identificado como um candidato para melhorar os distúrbios metabólicos envolvendo resistência à insulina e metabolismo de glicose prejudicada.


Estudos demonstram que o cromo contribui para a função normal da glicose e metabolismo lipídico, sendo estes resultados relatados por pacientes com intolerância à glicose e diabetes tipo 1, tipo 2, gestacional e esteroides induzida.

Viapharma - Farmácia de Manipulação Av. Cinqüentenário, 916, centro CEP: 45.600-000 – Itabuna - Bahia
(73) 3043-8042
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
www.viapharma.com.br

© Copyright 2017 Viapharma - Farmácia de Manipulação  |  Desenvolvido por: